14 de agosto de 2008

1000 tsurus para o Gui!

O tsuru é um pássaro sagrado no Japão. Segundo a lenda vive 1000 anos e tem o poder de conceder desejos. Quem dobrar mil tsurus e fizer o seu pedido a cada um deles, depositando toda a sua fé e esperança, verá o seu desejo realizado. É comum oferecer-se um origami tsuru como símbolo de Sorte, Paz, Felicidade e Longevidade.

O Gui é um menino valente e muito corajoso que luta contra uma doença chamada espinha bífida. Neste momento está em tratamento para conseguir andar e poder correr e brincar por todo o lado.

Lanço o desafio a todos quantos participam na Crafts & Design, expositores e visitantes e a todos quantos lerem este post. Cada pessoa dobrará alguns tsurus para o Gui, que deverão ser entregues na Feira do Jardim da Estrela nos dias 6 e 7 de Setembro, para serem expostos e oferecidos ao Gui. No dia 6, sábado, deverão entregar os vossos tsurus às organizadoras, Arquitexturas (Florbela, Luisa ou Mafalda). No dia 7, domingo, poderão dobrar tsurus e vê-los expostos. Estarei lá com pessoas voluntárias que ensinarão a dobrar o tsuru.

A união, esforço e fé de muitas pessoas formarão uma corrente de energia positiva que ajudará o Gui a ultrapassar mais esta fase da sua vida. A história deste menino e da sua mamã Ana é verdadeiramente de coragem. Para saber tudo sobre eles visitem http://www.pinguimgroup.com/anamadragoa/ana_madragoa.php

A história de Sadako Sassaki
Sadako é uma menina japonesa, nascida em 1943. Ela tinha apenas dois anos quando a bomba atómica foi lançada sobre Hiroshima (6 de Agosto de 1945). Apesar de ter crescido saudável, aos 12 anos foi-lhe diagnosticada a doença da bomba: leucemia. Enquanto estava no hospital, um amigo trouxe-lhe alguns papéis e dobrou um pássaro, o grou. Contou-lhe que é sagrado no Japão e tem o poder de conceder desejos. Quem dobrar mil tsurus e fizer o seu pedido a cada um deles, depositando toda a sua fé e esperança, verá o seu desejo realizado. Sadako começou então a dobrar tsurus, pedindo para se curar e voltar a viver feliz. Ao ver que piorava a cada dia, Sadako pediu paz para o mundo. Ela não conseguiu dobrar os mil , mas os seus amigos fizeram-no por ela. Pediram por todas as crianças doentes em consequência da explosão da bomba. Formaram um clube e começaram a pedir dinheiro para erguer um monumento. Com a contribuição de muitas escolas no Japão e noutros países, foi inaugurado, no dia 5 de Maio de 1958, o Monumento da Paz das Crianças, no Parque da Paz de Hiroshima. Todos os anos no Dia da Paz, pessoas do mundo inteiro enviam grous de papel para o parque. As crianças desejam espalhar ao mundo a mensagem esculpida na base do monumento de Sadako: "Este é o nosso grito, esta é a nossa oração: PAZ NO MUNDO!


INSTRUÇÕES PARA DOBRAR O TSURU:

Para cada tsuru precisa de um quadrado de papel. As medidas podem variar de 12cm até 16cm. Depois de dobrado e caso queira oferecer vários, poderá colocar-lhes um fio, para que possam ser pendurados. Clique no link a seguir para visionar as instruções detalhadas. Peço que antes de dobrar escrevam uma mensagem para o Gui no centro do quadrado de papel, a lápis. A mensagem ficará dentro do tsuru, escondida dos olhares mas escrita, a dar força ao Gui!

.

7 comentários:

Dulce disse...

Olá Maria,
Terei todo o prazer em fazer estes Tsurus. Vou ver as instruções para me poder orientar.
Passarei a mensagem.
Beijinhos
Dulce

Maria Cristina Ribeiro disse...

Olá Maria José,
Que gesto lindo! E precioso!
Tb tenho muito prazer em participar numa causa tão nobre, pode contar com os meus Tsurus.
Beijinhos e boa semana.

teresa disse...

Olá, bom dia!!

Cheguei ontem de férias e já vi o seu desafio! Terei imenso gosto em participar.
Parabéns pela iniciativa

Beijinho
Teresa Nascimento

Cristina Pedro disse...

O meu papel já vem a a caminho

Canto da Carlota disse...

Eu gostava participar mas, não sei fazer os tsurus...vou investigar...e, como arranjo papel??

Vou me informar!!

Beijos e mtos sucessos...desafios destes existem poucos!!

eszencia disse...

O meu papel chegou hoje! :)

Canto da Carlota disse...

Não tho tido tempo para dedicar a fazer tsurus mas, esta noite enquanto espero pela chegada de viagem meu filhote e do meu maridão tentei fazer um! Claro que com papel especial o efeito é outro!!! Vou tentar amanhã ir ao principe real ver se a Maria josé tem folhas para vender!! Gostava fazer alguns para entregar no próximo fim semana no jardim da Estrela! Felecidades!! Parabéns tão nobre causa!!